sábado, 1 de setembro de 2012

Resenha do livro Para Sempre publicada no Blog do Balaio

Resenha do livro Para Sempre publicada no Blog do Balaio


O trecho acima  não foi escrito pela autora e sim pela protagonista do livro, Lizzi. 'Para Sempre' começa com Lizzi  nos contando como conheceu Justin Stone aos 05 anos de idade ao se mudar para a cidade, bairro e rua onde ele já morava. O livro todo é uma mescla de lembranças do passado com fatos atuais de uma senhora de mais de 60 anos que foi muito feliz com a vida que Deus lhe deu, mas que precisou de muita persistência e fé para que tudo tivesse sido exatamente como foi.

Filha de pais humildes e desinteressados, Lizzi logo se tornou uma espécie de irmã para Justin, a dupla não se desgrudava, como os pais de Justin eram bem de vida conseguiram que a menina pudesse estudar na mesma escola que o filho, sendo assim os dois passavam praticamente o dia todo juntos, todos os momentos mais importantes da vida de Lizzi foram compartilhados com a família Stone, inclusive sua primeira menstrução. A diferença entre as duas famílias era gritante, enquanto na casa de Lizzi ela tinha pais omissos e que pareciam não ter nenhum sentimento pela filha, na casa de Justin era totalmente o contrário, a família Stone sempre foi muito unida e preocupada com a criação do filho. Justin sempre quis ter um irmão (a), mas como não tinha na infância viu em Lizzi a irmã que sempre quis ter e, era assim mesmo que os dois se portavam, como dois irmãos, até que um dia Justin irrompe pela porta da casa de Lizzi e diz a ela que quer treinar beijo, a menina fica assustada a princípio mas quando ele diz que se ela não quiser treinar com ele vai arranjar outra menina, Lizzi muda de ideia imediatamente e aceita o pedido do até então amigo. O beijo foi singelo, típico de jovens pré adolescentes ingênuos mas ao se encostarem descobriram que nada iria continuar como havia sido até aquele dia, algo muito importante havia acontecido entre eles, era o primeiro amor que nascia naquele momento.

Aos 12 anos Lizzi já era namorada de Justin, com o consentimento das duas famílias, o namoro durou dois anos até que a notícia de uma mudança de cidade da família Stone pegou de surpresa o jovem casal. Lizzi então se viu separada do seu grande amor com apenas 14 anos de idade e todas as juras de amor que trocaram no decorrer destes dois anos encontravam-se ameaçadas, o 'Para Sempre' de Justin poderia não mais existir a partir dalí.
O tempo passou, Lizzi então com 24 anos é uma moça batalhadora e estudiosa, mora em New Haven, Cidade Universitária de Yale e nunca mais teve nenhum outro namorado, perdeu o contato com Justin depois que ele se mudou de Chilton porém ainda pensa nele 24 horas por dia todos os dias. 

Como o destino sempre soube o que fazer e quando fazer, é no momento que ela menos esperava que um dramático encontro entre Lizzi e Justin estava para acontecer fazendo voltar a tona todo o sentimento adormecido a 10 anos.

Porém nem tudo são flores, os dois não são mais adolescentes, são dois jovens com vidas opostas e muito diferentes, Justin tem uma namorada ciumenta e possessiva - Melissa - que percebe em Lizzi a maior ameça para o seu instável namoro. Por outro lado Lizzi sempre muito confiante e esperançosa acredita que ela e Justin possam finalmente ser felizes juntos.

Bom, o que eu achei do livro? Eu achei simplesmente fantástico, sabe aquelas histórias que nos fazem sentir 'borboletas no estômago' - expressão muito usada pela autora? Esta história é Para Sempre. Dotada de um sentimentalismo sempre a flor da pele, uma leitura muito fácil e fluída (eu levei o livro até para a academia), Para Sempre é a prova de que o verdadeiro amor existe e que ele pode resistir às mais terríveis tempestades mesmo quando só quem acredita nele é o próprio casal e mais ninguém. Uma história linda e emocionante capaz de levar às lágrimas o leitor mais insensível. Eu gostei muito e recomendo sem dúvida.

Obs: Como já foi muito falado no skoob, a única coisa que incomoda em Para Sempre é o trabalho da Baraúna neste livro, simplesmente não houve revisão, claro que a culpa é totalmente da editora que tinha o dever de revisar o exemplar antes de ele ir para as livrarias, mas não fizeram, fora isto, Para Sempre é perfeito!


http://balaiodelivros.blogspot.com.br/2012/09/resenha-para-sempre-glaucia-santos.html

0 comentários:

Postar um comentário